Somos todos um

Somos Todos um

Sempre me pergunto porque determinadas pessoas fazem parte de minha vida. O que elas tanto têm a me dizer? O que é preciso aprender com elas? Por quê certas relações se estabelecem e são baseadas única e exclusivamente em conflitos? Outras no amor, na doçura, no carinho?

Em minha vida, a cada dia que passa, fico mais certo de que todos nós somos um. Manifestações de uma essência primordial. Quiçá pequenos deuses que se entreolham ávidos por recordar sua própria divindade.

Não é preciso olhar para fora para reconhecer-se, mas talvez a percepção dos eventos externos seja um excelente termômetro para nossos estados internos. Se é fato que nossos pensamentos e estados de alma geram tais eventos, como bem descrito no livro “A Escola dos Deuses” de Stefano Elio D’Anna, então podemos assumir que tudo o que ocorre “fora” de nós e mesmo as pessoas que nos circundam podem ser bons indicadores daquilo que estamos sentindo e consequentemente atraindo.

Trocando em miúdos a coisa fica bastante simples e pode ser separada entre eventos positivos e negativos. Assim, se atraímos coisas boas, então estamos agindo de acordo com nossos anseios mais íntimos, com a parte divina que há em nós. Já quando atraímos conflitos e situações desastrosas isso nos deveria dizer justamente o contrário. De toda forma, é preciso estar atento, pois os sinais são muito sutis.

Para os estudantes Rosacruzes, por exemplo, o mais alto nível de elevação que pode ser atingido por uma pessoa é o da harmonização cósmica. Pode parecer simples, mas harmonizar-se é algo bastante complexo, pois envolve o Eu, os Outros, o Ambiente, os Seres vivos e assim por diante.

Quer você tenha consciência disso ou não, fica aqui um conselho. Seja grato pelas pessoas e pelos eventos que fizeram, fazem ou farão parte de sua vida. Tente aprender com eles. Ouça o que eles têm a lhe dizer, leia nas entrelinhas e faça o teste do termômetro externo.

Pode ser que você se surpreenda quando passar a considerar o outro e mesmo o mundo à sua volta como uma extensão de si mesmo.

 Somos Todos Um

Felipe Boni